Buscar

ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA: "FIM DA ESCRAVIDÃO" E AS CONSEQUÊNCIAS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA


“A escravidão é uma espécie de lepra social: tem sido muitas vezes abolida pelos legisladores e restaurada pela educação sob aspectos diversos” - Luiz Gama.


No dia 13 de Maio de 1888, há 103 anos, Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, que oficializou a abolição da escravidão no Brasil. Porém, mais que uma decisão de uma princesa branca e benevolente, o fim da escravidão no país se deus após um longo e complexo processo de articulações dos grupos de poder e a resistências dos movimentos abolicionistas, que tentavam deslegitimar a escravidão frente a opinião pública. Por outro lado, o contexto internacional, marcado pela ampliação da indústria e a nova divisão internacional do trabalho, já vinha deslegitimando a instituição da escravidão em diversos outros países.

A abolição no país ocorreu sem qualquer política de reparação às pessoas que foram retiradas de seus países, escravizadas e torturadas. Assim, a dignidade dessas pessoas, não foi almejada pela abolição, de forma concreta. Uma matéria do Brasil de Fato (05/2018) mostra os reflexos atuais desse processo que perpetua desigualdades sociais. Nesse sentido, a raça é uma característica que é afetada pelos efeitos da desigualdade de forma mais severa. Dados apresentados mostram que a renda per capta de pessoas brancas equivale a mais da metade da mesma renda de pessoas negras (estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, 2016).

Ademais, o século XX foi marcado pela servidão por dívida e até hoje existem pessoas sendo mantidas em regime análogo à escravidão. A Repórter Brasil (11/2019) mostrou uma série de dados que relatam essa realidade, enfatizando que, entre 2016 e 2018, a cada cinco pessoas resgatadas em condições análogas à escravidão, quatro são pretas e pardas. A partir disso vemos, de forma concreta, os resquícios do período da escravidão no Brasil.


#PraCegoVer: imagem com a #TBTCrítico no canto superior esquerdo da imagem, foto com mulher e criança trabalhando com galhos de árvore de fundo, mostrando o trabalho escravo atual. Logo do Senso Crítico do lado inferior direito e legenda na parte inferior: A bolição da escravatura: “fim da escravidão” e consequências para a sociedade brasileira.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo