Buscar

Caso Ayotzinapa: entenda o desaparecimento de 43 estudantes no México, em 2014.


Em 26 de setembro de 2014, cerca de 100 estudantes da cidade de Ayotzinapa no Estado de Guerrero, no México estavam a caminho de uma marcha em memória do massacre ocorrido em Tlatelolco, em 1968, quando os ônibus em que estavam foram atacados por criminosos e policiais aliados, que atiraram nos veículos. Após o ocorrido, 43 estudantes foram dados como desaparecidos. Pouco se sabia à época sobre o caso, mas investigações indicaram que os corpos dos jovens foram queimados em um aterro próximo à cidade, o que dificulta ainda mais o trabalho da perícia. O caso ficou conhecido como “Caso Ayotzinapa”. Apesar do avanço lento, as investigações apontam o envolvimento do narcotráfico e do antigo prefeito de Iguala no desaparecimento dos jovens.

Em 2020 o corpo de um dos 43 estudantes foi encontrado e identificado, o que permitiu concluir que a versão da investigação oferecida pelo antigo governo, do PRI (Partido Revolucionário Institucional) não era verdadeira. Isso porque, os restos de Christian Rodríguez foram encontrados em um lugar que as investigações anteriores não haviam encontrado nada. A versão fornecida pelo antigo governo visou acabar com as investigações e encerrar o caso. No entanto, depois desse corpo ter sido encontrado, a versão do governo do PRI foi derrubada e o caso foi reaberto.


#ParaTodosVerem a imagem contém uma foto de pessoas segurando cartazes com fotos dos estudantes desaparecidos, abaixo está a tag #TBTCrítico com a manchete “Caso Ayotzinapa: entenda o desaparecimento de 43 estudantes no México, em 2014, e o como andam as investigações.” e no canto superior direito está o logo do Senso Crítico.


0 visualização0 comentário