Buscar

Castillo anuncia segunda reforma agrária do Peru, 52 anos após a primeira.


No dia 3 de Outubro o presidente do Peru, Pedro Castillo, anunciou que fará uma segunda reforma agrária no país. A nova reforma agrária, realizada 52 anos após a primeira, já constava na campanha eleitoral de Castillo, que foi eleito presidente este ano pelo partido “Peru Libre”. Castillo escolheu, para lançar a reforma agrária, a mesma data em que ocorreu, em 1968, o golpe de Estado do General Juan Velasco Alvarado, responsável pela primeira reforma, contra o presidente Fernando Belaúnde.

Uma matéria do “La Jornada” (outubro de 2021) explicou que, segundo Castillo, essa segunda reforma agrária não tem o intuito de expropriar terras, como foi feito na primeira, pelo general Juan Velasco Alvarado, em 1969. O objetivo é, portanto, dar um acesso mais justo aos mercados, prevendo um plano de industrialização a favor dos camponeses para impulsionar o seu desenvolvimento nesse setor da economia. O presidente do Peru também informou que a segunda reforma agrária busca impulsionar o que ficou pendente na primeira.

É preciso compreender que a reforma agrária de 1969 foi fundamental para o país, por ter atuado diretamente com a distribuição de terras, dando o acesso para quem nela trabalhava. Já a segunda reforma agrária, recentemente anunciada, irá fornecer mais condições ao mercado para produtores da agricultura familiar no país, que representam mais de 2.2 milhões de pessoas.


#ParaTodosVerem a imagem contém uma foto de Pedro Castillo em sua campanha eleitoral, acima está a manchete "Castillo anuncia segunda reforma agrária do Peru, 52 anos após a primeira.” e no canto inferior direito está o logo do Senso Crítico”.


3 visualizações0 comentário