Buscar

COMO A FAVELA DA MARÉ, NO RIO DE JANEIRO, CONSEGUIU REDUZIR O NÚMERO DE MORTES POR COVID-19?


David Nascimento, morador da favela da Maré (RJ), de 24 anos, deu um relato de como ele superou a COVID-19 com a organização da favela no combate à pandemia. O jovem fala, a uma matéria da BBC do dia 01, que , ao sentir os primeiros sintomas, agendou um teste pelo aplicativo "Dados do Bem", que faz parte do projeto “Conexão Saúde”. A partir disso, a equipe passou a acompanhá-lo por atendimento médico e psicológico de forma remota. Ele também recebeu um oxímetro, um kit de higiene e teve comida garantida pelos 14 dias de seu isolamento. Além disso, como ele reside com sua mãe e com o seu irmão, para evitar a contaminação dos seus familiares, uma equipe do projeto estudou a estrutura de sua casa e como o isolamento poderia ser feito com segurança para a família.

Esse mesmo cuidado foi realizado com outros moradores da Maré, o que representou uma queda brusca na taxa de mortalidade pelo vírus no local. A matéria da BBC mostra que em julho de 2020, antes do projeto vigorar, a porcentagem de mortes de pessoas infectadas pelo vírus era de 19% e que esta taxa caiu para 2,3% quatro meses após a implementação do projeto.

As instituições que participam do projeto são: Redes da Maré, Conselho Comunitário de Manguinhos, SAS Brasil, Dados do Bem e FioCruz. A população da Maré também atua na liderança das frentes do projeto e possui um papel fundamental na comunicação e disseminação de informações necessárias sobre o vírus e a doença. Além do combate às fake news.

As medidas tomadas pelas organizações responsáveis e pela população na Maré são eficientes e poderiam ser ampliadas para todas as comunidades do país no combate à transmissão do vírus. Porém, desde o início da pandemia, o governo brasileiro, que deveria ser responsável por tomar tais medidas, se mostrou ausente e negligente com a administração da crise, fazendo com que soluções como as da Maré representem medidas locais e isoladas.


Foto: Douglas Lopes


#Pracegover a imagem mostra uma foto de um banner da Redes da Maré, no canto superior esquerdo está o logo do Senso Crítico e abaixo está a manchete “Como a Favela da Maré, no Rio de Janeiro, conseguiu reduzir o número de mortes por COVID-19 frente a realidade da cidade?”


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo