Buscar

Das pessoas internadas ou mortas pela COVID-19 no Brasil, ao menos 80% não se vacinaram


De acordo com a plataforma de dados da USP (Universidade de São Paulo) e da Unesp (Universidade Estadual Paulista), um levantamento feito a pedido da Uol demonstrou que, a partir da vacinação completa das brasileiras e dos brasileiros, as mortes pela COVID-19 caíram em 94%. Além disso, das pessoas que estão internadas ou que estão morrendo por causa da doença causada pelo coronavírus, 80% delas não se vacinaram.

A redução no número de mortes por COVID-19, mostra a importância da vacinação na prevenção de doenças e na proteção da vida. Atualmente, os profissionais da saúde estão alertando para a necessidade de tomar a dose de reforço. Segundo o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (CONASS), a dose de reforço é importante para ampliar a resposta imune, principalmente em imunossuprimidos e idosos, além de evitar a infecção por novas variantes, devido a alta quantidade de anticorpos circulantes.


#ParaTodosVerem: imagem com foto de uma seringa com agulha retirando a dose de vacina do frasco, em preto e branco. Logo do Senso Crítico no canto superior esquerdo e a seguinte legenda na parte inferior: “Das pessoas internadas ou mortas pela COVID-19 no Brasil, ao menos 80% não se vacinaram”.


0 visualização0 comentário