Buscar

Entenda a violência política do bolsonarismo e a sua relação com os discursos de Bolsonaro


No dia 10/07, ao comemorar seu aniversário com sua família em Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda, Tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), foi assassinado por bolsonarista José da Rocha Guaranho.

A notícia tomou repercussão mundial e deu significativa relevância à discussão sobre a violência política no Brasil, sobretudo por parte dos apoiadores de Jair Bolsonaro, atual presidente do país.

Com isso, muitas pessoas relacionaram o crime político com falas de Bolsonaro que incitam a violência política.

Dessa forma, o atual presidente esquivou-se das afirmações que estabeleceram essa relação.

É importante relembrar, entretanto, que, embora o Presidente Jair Bolsonaro afirme que não influencia a violência política dos seus apoiadores, como a que ocorreu com o assassinato do Tesoureiro Petista em Foz do Iguaçu (PR), desde sua ascensão, em 2018, Bolsonaro deu discursos que incitavam a violência contra petistas. O exemplo mais nítido disso ocorreu no dia 01/09/2018, no Acre, onde o atual presidente falou sobre "metralhar a petralhada", de acordo com uma matéria do Poder 360 de 03/09 daquele ano.

Assim, uma figura pública e política, que chegou até a presidência do Brasil, possui muito peso em suas falas e discursos, sobretudo em relação a seus apoiadores. Assim, pessoas como Jair Bolsonaro, possuem uma extensa responsabilidade em relação ao que falam. Por isso, discursos como o mencionado acima não devem ser considerados como "da boca para fora" ou que não devem ser levados a sério. Desse modo, o contrário deve ocorrer, para que falas como essas sejam responsabilizadas e vistas da seriedade que carregam, pois possuem consequências prejudiciais à democracia do Brasil.


#ParaTodosVerem: imagem com fundo preto, dividida por linha vermelha na diagonal. Foto de Jair Bolsonaro fazendo símbolo de armas com as mãos no canto inferior direito, logo do Senso Crítico no canto superior esquerdo e a seguinte legenda no lado direito da imagem: "Apesar do recente assassinato do Tesoureiro do PT, praticado por bolsonarista em Foz do Iguaçu (PR), o bolsonarismo e violento desde que surgiu. Entenda a violência política do bolsonarismo e a sua relação com os discursos de Bolsonaro".


2 visualizações0 comentário