Buscar

Fim do Bolsa Família, programa responsável por tirar milhões de pessoas da pobreza


O Programa Bolsa Família (BPF) é uma política de transferência de renda criada em 2003 com o intuito de promover a inclusão social de famílias atingidas pela miséria. O programa consiste em uma transferência monetária para as famílias de modo a aliviar a sua situação, estimular os avanços em educação e saúde e quebrar a reprodução intergeracional da condição de pobreza extrema. Na última semana o governo Bolsonaro cancelou o Bolsa Família com a proposta de substituí-lo por outro com maior valor de transferência, mas com curta duração, visto que esse novo programa deve durar somente até depois das eleições de 2022. Essa medida do atual presidente coloca as famílias beneficiadas em situação de insegurança e incerteza.

O Programa Bolsa Família nasceu em 2003 e logo encontrou uma série de desafios a serem superados. Os seus objetivos principais giravam em torno de contribuir com a inclusão social de famílias em situação de extrema pobreza, por meio de ações que visavam amenizar os efeitos da miséria, bem como de fomentar o desenvolvimento na educação e na saúde dessas famílias.

É muito importante lembrar que, apesar de algumas críticas, o Bolsa Família foi responsável por unificar vários programas sociais existentes além de ter atendido a população pobre que contava com baixa proteção social.

Além disso, já na primeira década após o seu surgimento, o programa foi responsável por retirar 22 milhões de pessoas da extrema pobreza no Brasil (IPEA, 2014).


#ParaTodosVerem: imagem com foto da mão de uma pessoa segurando o cartão do Programa Bolsa Família. Logo do Senso Crítico no canto superior direito e a seguinte legenda na parte inferior da imagem: “Fim do Bolsa Família, programa responsável por tirar milhões de pessoas da extrema pobreza”.


0 visualização0 comentário