Buscar

Massacre de Jacarezinho: operação policial que colocou fim à vida de 28 pessoas.


Na manhã do dia 6 de Maio de 2021 a polícia civil do Rio de Janeiro entrou na Favela do Jacarezinho em uma ação que deixou 28 mortos. A incursão aconteceu durante a vigência de uma decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender ações policiais dentro das favelas no período da pandemia, com exceção dos casos excepcionais justificados e relatados ao Ministério Público. O que ocorreu, porém, no caso de Jacarezinho foi que a Polícia Civil do Rio não justificou ou relatou a ação ao MP, descumprindo as ordens do STF.

Os moradores de Jacarezinho relatam que a polícia atirou em pessoas à queima roupa, pessoas que já estavam rendidas, inclusive dentro de residências. Fotos e vídeos publicados nas redes sociais mostram o sangue nas ruas e nos móveis dentro das casas dos moradores, denunciando o ocorrido.

Diversas foram as manifestações em apoio às vítimas e aos familiares de Jacarezinho pelo Brasil. Fora daqui, o El País relatou, em notícia do dia 7, que a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu uma investigação independente ao Ministério Público, a respeito do massacre. O representante dos Direitos Humanos Rubert Colville falou sobre o histórico de uso desproporcional do poder da polícia no Brasil. Além disso, ele pontuou que os locais em que ocorreram os crimes não foram preservados, já que os corpos foram levados por veículos blindados da polícia, dificultando bastante o trabalho da perícia.

A mesma matéria também relata que da lista de pessoas investigadas por suspeita de tráfico de drogas apenas 3 (três) foram apreendidas e outras 3 (três) foram mortas. O restante não era alvo das investigações.

A polícia usa a justificativa de que houve troca de tiros, porém as fotos e os vídeos divulgados na internet mostram que muitas pessoas morreram sem estarem armadas e até mesmo sem terem como se proteger.


Foto: RICARDO MORAES / REUTERS


#PraCegoVer: Imagem com foto de policias carregando corpos de pessoas que foram assassinadas na chacina, cobertos com panos. Logo do senso crítico do lado superior esquerdo da imagem e a seguinte manchete na parte inferior: Massacre de Jacarezinho: operação policial que colocou fim à vida de 28 pessoas (número até agora apresentado).


1 visualização0 comentário