Buscar

MPF entra com Ação contra a União por danos causados pela atuação antidemocrática de Sérgio Moro.


O Ministério Público Federal (MPF), em Mossoró, Rio Grande do Norte, entrou com uma ação civil pública contra a União por causa dos danos coletivos e constitucionais causados pelas atuações antidemocráticas de Sérgio Moro na Operação Lava Jato. A ação pontuou que o ex-juiz atuou de forma parcial e inquisitiva. Além disso, foi exposto que o mesmo demonstrou interesse em influenciar as eleições de 2018. Também houve o destaque a respeito do fato de que a forma como a Operação Lava Jato foi conduzida influenciou o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2016. Os autores da ação pedem que a União promova cursos, pesquisas, congressos, conferências, seminários, palestras, encontros e outros tipos de eventos, periodicamente, na Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM) e na Escola Nacional do Ministério Público (ESMPU). O intuito é prevenir que os agentes dessas instituições atuem a favor de retrocessos como o que ocorreu.

Achamos importante relembrar que a Operação Lava-Jato foi uma operação da Polícia Federal (PF) que começou oficialmente em 2014 e visava investigar desvios de recursos da Petrobras entre os anos de 2004 e 2012. Apesar da promessa de combater a corrupção, a operação recebeu diversas críticas pelas decisões de Sérgio Moro que mostravam uma atuação parcial e inquisitiva e deixavam visível o interesse em interferir no resultado das eleições de 2018. Após as eleições, Moro aceitou o convite do Presidente Bolsonaro para ser Ministro da Justiça, porém em 2019, mensagens hackeadas entre Moro e procuradores da lava-jato foram divulgadas pelo The Intercept, o que aumentou a desconfiança quanto a imparcialidade do juiz. Em 2020, Moro renunciou ao cargo de Ministro por divergências com o presidente.


#PraTodosVerem: imagem com foto de fundo do ex-ministro Sérgio Moro. Parte superior esquerda da imagem com a #TbtCrítico e com a seguinte legenda abaixo: “MPF entra com Ação Civil Pública contra a União por danos causados pela atuação antidemocrática de Sérgio Moro na Lava Jato.” Logo do Senso Crítico no canto inferior direito.


1 visualização0 comentário