Buscar

O desinteresse dos jovens pelas eleições e a importância da educação política


Segundo uma matéria do Uol (05/04) o Brasil terminou o mês de março com apenas 17,32% da população pertencente à faixa etária de 16 e 17 anos com o título de eleitor, o que alarmou diversas pessoas devido ao histórico baixo engajamento em um ano eleitoral.

Diante da repercussão negativa desse recorde, o Tribunal Superior Eleitoral realizou a semana do jovem eleitor, com o intuito de divulgar e emitir títulos de eleitores para o referido público.

Além disso, diversas artistas e diversos artistas manifestaram-se publicamente em redes sociais e em shows, pedindo para que os jovens entre 16 e 17 anos, emitissem o título de eleitor e participassem efetivamente das eleições que ocorrerão no final deste ano.

Nesse cenário, o presidente Jair Bolsonaro, visando a reeleição em 2022, tomou uma nova estratégia voltada para os eleitores mais jovens. O uso de memes e de uma linguagem mais informal já estão aparecendo nas redes sociais e nas campanhas do candidato. Assim, com a proximidade das eleições, o debate acerca da educação política se torna cada vez mais central com o objetivo de mostrar para os jovens que a política está presente em todos os setores de suas vidas e que, por isso, é importante ter uma participação ativa.


#ParaTodosVerem: imagem com fundo vermelho, foto em preto e branco com a mão de alguém digitando números na urna eletrônica e a seguinte legenda na parte inferior da foto: O desinteresse dos jovens pelas eleições e a importância da educação política. Logo do Senso Crítico no canto superior direito da imagem.


3 visualizações0 comentário