Buscar

Onda de protesto no Sri Lanka termina com a renúncia do presidente após invasão de palácio


No dia 9 de Julho, manifestantes invadiram o palácio presidencial na cidade de Colombo, capital do Sri Lanka. O país, ex-colônia portuguesa e localizado no sul da Índia, enfrenta uma das piores crises econômicas desde sua independência. Assim, a população está há vários meses lidando com cortes de energia, escassez de combustível e medicamentos além da alta na inflação. Além do palácio presidencial, os manifestantes também invadiram o Banco Central do país e incendiaram a casa do Primeiro Ministro.

Após a invasão ao palácio, o presidente Gotabaya Rajapaksa fugiu para as Maldivas, onde, logo em seguida, pegou um voo para Cingapura. Na última quinta-feira, dia 14, Rajapaksa enviou um e-mail ao presidente do parlamento do país renunciando ao cargo. O pedido de renúncia, então, foi formalmente aceito pelo parlamento que já começou a preparar novas eleições. No mesmo dia em que o presidente renunciados, os manifestantes anunciaram o fim da ocupação dos prédios públicos


#ParaTodosVerem a imagem em preto e branco ao fundo mostra os manifestantes invadindo o Banco Central, a frente, com um fundo branco está a manchete “Onda de protesto no Sri Lanka termina com a renúncia do presidente após invasão de palácio”, abaixo está escrito “Protestos foram motivados pela crise econômica que afeta o país há meses.” e no canto superior direito está o logo do Senso Crítico.


0 visualização0 comentário