Buscar

Pessoas em situação de rua morrem de frio na madrugada mais fria dos últimos 5 anos em São Paulo.


Na última quarta-feira, dia 30, a cidade de São Paulo registrou uma temperatura de 6ºC, a madrugada mais fria da cidade nos últimos 5 anos. Na manhã do mesmo dia, segundo o Movimento Estadual da População em Situação de Rua, ao menos sete pessoas em situação de rua morreram em decorrência da baixa temperatura na cidade. Os corpos de três pessoas estavam na Praça da Sé, um na Baixada do Glicério, um próximo ao Metrô Tiradentes, e dois na Barra Funda. A causa das mortes ainda não foram atestadas, pois precisam passar pelo Serviço de Verificação de Óbitos(SVO) da USP ou pelo Instituto Médico Legal, para que se possa ter uma confirmação exata. No entanto, segundo o Padre Júlio Lancelotti para o G1, mesmo que não tenha sinal de hipotermia, outras doenças, como pneumonia, causadas pelo frio podem levar à morte.

Essas mortes causadas pelo frio, infelizmente, não são novidade em relação à população em situação de rua no país. Nos últimos anos os jornais têm divulgado que, diante das frentes frias, algumas pessoas morrem por estarem na rua e estarem em condições de vida muito precárias.

Há muitos anos o Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR) tem lutado e denunciado as condições de vida degradantes que têm que viver e a omissão do Estado em relação a isso. A população em situação de rua até hoje não foi contabilizada no país, devido ao tamanho desinteresse em saber quantas pessoas estão nessa situação, e quais as políticas públicas efetivas podem impedir que essa população viva dessa forma.

Uma estimativa do número de pessoas que vivem em situação de rua no país do IPEA (Nota Técnica nº 73) mostra que de 2012 a 2020 a população em situação de rua no Brasil tem aumentado significativamente. Isso se agrava com o desmonte das políticas sociais e agora, com a má gestão da pandemia no país.


Foto: Padre Júlio Lancellotti.


#Pracegover a imagem contém uma foto em preto e brasnco de uma pessoa em situação de rua com um cobertor, no canto superior esquerdo está a manchete “Segundo movimento, pessoas em situação de rua morrem de frio na madrugada mais fria dos últimos 5 anos em São Paulo”. No canto inferior direito está o logo do Senso Crítico.


0 visualização0 comentário