Buscar

Uber registra redução no número de motoristas.


Você precisou de um Uber nos últimos dias? Notou a falta de motoristas e a demora para chegar? Se sim, existe uma razão para isso.

Segundo a Associação dos Motoristas de Aplicativos de São Paulo, houve uma redução de 25% no número de trabalhadores envolvidos na função. Os motoristas citam diversas razões para abandonar os aplicativos, entre elas a alta no combustível e a ausência de medidas de segurança no trabalho. O combustível está com o valor médio de R$6,00 no país e, em algumas cidades, já chegou a R$7,00 o litro. Para além disso, o aumento da violência urbana durante a crise se tornou uma preocupação dos motoristas, na medida em que a empresa não fornece um seguro ou um auxílio próprio para esses casos e é inviável para o motorista buscar proteção por conta própria.

Outro fator significativo que tem tornado a prestação de serviços ruim para motoristas é o reajuste anunciado pela Uber e pela 99. Isso porque, os consumidores não sofreram nenhum impacto no preço cobrado, ao passo em que a taxa cobrada para os motoristas se conectarem com a Uber chegou até o valor de 35%.

Para as trabalhadoras e os trabalhadores que querem se desconectar ou já se desconectaram da plataforma Uber, existem também várias dificuldades que giram em torno da reinserção no mercado de trabalho formal. A principal delas é que a pessoa que trabalhou por anos como motorista de aplicativos fica sem nada preenchido em sua carteira de trabalho ou em seu currículo.



#ParaTodosVerem a imagem contém uma foto de uma mão segurando um celular na frente de um volante, acima está a manchete “Uber registra redução no número de motoristas. Por que os trabalhadores estão abandonando o Aplicativo?” e no canto inferior direito está o logo do Senso Crítico.


0 visualização0 comentário