Buscar

Manifestantes queimam pertences de venezuelanos em passeata anti-imigrante, no Chile.


No sábado, dia 25, uma manifestação anti-imigrante que ocorreu na cidade de Iquique, no Chile resultou em um despacho de imigrantes venezuelanos e na queima de seus pertences. Iquique fica localizada no norte do país, a oeste do Atacama, e é a principal rota migratória terrestre do Chile. É por esta cidade, que muitos imigrantes entram no país de forma não autorizada e acabam vivendo em tendas que montam nas ruas. A manifestação de sábado, porém, foi organizada pela internet contou com a presença de 5000 pessoas, que se dirigiram ao prédio da delegação presidencial enquanto gritavam slogans anti-imigrantes e cantavam o hino nacional. Posteriormente, os manifestantes foram para um local público, onde vivem muitos imigrantes, destruíram as tendas e queimaram seus pertences. Antes disso, os imigrantes haviam sido desalojados pela polícia militar do Chile.

Diante desses acontecimentos, a Venezuela pediu respeito aos direitos humanos de imigrantes venezuelanos. A vice-presidenta do país, Delcy Rodríguez, repudiou a xenofobia e as agressões promovidas contra venezuelanos. Além disso, o governo de Nicolás Maduro anunciou a habilitação de um voo humanitário do “Plano Vuelta a la Patria” (De Volta à Pátria) para quem quiser retornar ao país.

O relator especial para direitos migratórios da ONU, Felipe González, pronunciou-se na rede social “Twitter” caracterizando os acontecimentos como inadmissíveis humilhações contra imigrantes vulneráveis.

Por fim, o Ministério Público do Chile anunciou que irá abrir uma investigação para apurar o que aconteceu, além de ter emitido uma medida de proteção às vítimas. Entretanto, segundo uma matéria do Brasil de Fato (setembro de 2021), os meios de comunicação locais noticiaram que os imigrantes tiveram que dormir em outras praças públicas.


#ParaTodosVerem a imagem contém uma foto de pessoas queimando os pertences dos imigrantes enquanto seguram a bandeira do Chile, acima está a manchete “Manifestantes queimam pertences de venezuelanos em passeata anti-imigrante, no Chile” e no canto inferior direito está o logo do Senso Crítico.


0 visualização0 comentário