Buscar

Movimentos Neonazistas crescem em escala significativa no Brasil


Em abril deste ano, de acordo com uma matéria do G1.com (abril/2022) uma bandeira nazista e um manual para a criação de armas 3D foram apreendidas pela Polícia Militar em Santa Catarina, no município de São Miguel do Oeste. A Polícia Civil ficou responsável por investigar o caso e afirmou que o dono dos itens seria investigado e poderia ser indiciado pela Lei nº 7716/1989 que tipifica crimes motivados por preconceitos de cor. O artigo 20 da Lei, em seu parágrafo primeiro, estabelece pena de 2 a 5 anos de reclusão e multa para quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”.

Casos como estes, por mais graves que sejam, apresentam-se cada vez mais comuns na atualidade. Isso porque, nos últimos anos, o mundo vivenciou uma forte ascensão da extrema direita, na qual políticos com ideias supremacistas e excludentes encontraram apoio em uma classe trabalhadora descontente com os resultados das reformas liberais das décadas de 1980 e 1990. Nesse contexto, apesar da proibição a apologia a símbolos nazistas, e da comercialização ou divulgação de ornamentos com o símbolo do nazismo, grupos que se identificam como neonazistas também cresceram nos últimos anos e utilizam a internet como principal meio de organização e comunicação. O que demonstra isso, especificamente no Brasil, são dados de uma pesquisa realizada pela antropóloga Adriana Dias, que mostrou um aumento de 270,6% entre janeiro de 2019 a maio de 2021 de grupos neonazistas no país. Atualmente essas células usam imagens, símbolos e preceitos nazistas, como o ódio ao feminino, o antissemitismo, pregando, principalmente o ódio à população negra, ódio a imigrante, a nordestinos, aos LGBTQIA+ e negam a existência do holocausto.


#ParaTodosVerem: Imagem com foto de desfile Nazista com soldados e bandeiras em preto e branco no fundo, foto colorida centralidade e posicionada à direita da imagem com símbolo nazista, logo do Senso Crítico no canto inferior esquerdo da imagem e a seguinte legenda na parte inferior direita: “Apesar de leis que proíbem atos discriminatórios e preconceituosos, além da disseminação de imagens, símbolos e preceitos Nazistas, movimentos Neonazistas crescem em escala significativa no Brasil”.


1 visualização0 comentário