Buscar

EX-VEREADORA MADALENA LEITE, PRIMEIRA VEREADORA TRAVESTI DE PIRACICABA, FOI ENCONTRADA MORTA.


Madalena Leite foi a primeira vereadora travesti eleita em Piracicaba-SP. Desde a sua adolescência trabalhou como cozinheira e faxineira. Ficou conhecida, há mais de 20 anos, por sua liderança social, além de ter sido presidente do centro comunitário Boa Esperança. Na cidade, Madalena chamava a atenção por causa da forma como se vestia, mas o seu desejo e a sua luta seguiam no sentido de ser reconhecida pelo seu trabalho comunitário.

Tentou se eleger para o cargo na Câmara Municipal da cidade em 1988, em 2004, em 2008 e em 2012, quando foi eleita com 3.035 (três mil e trinta e cinco votos), aos seus 57 anos de idade.

Na última quarta-feira, dia 07/04, por volta da meia noite, Madalena foi encontrada morta, em sua casa, por um vizinho. Segundo o vizinho, ao chegar na residência de Madalena percebeu que o portão estava aberto. Instantes depois, o vizinho encontrou o corpo da ex-vereadora no sofá e, segundo a polícia, o corpo estava com marcas de violência. O caso foi registrado como homicídio e encaminhado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais de Piracicaba, onde as autoridades já deram início a uma investigação. O que se sabe até o momento é que Madalena foi assassinada por golpes com madeira e faca, mas ainda não há suspeitos nem conclusões quanto às motivações do crime.

Madalena Leite foi homenageada com uma carreata antes do seu velório na cidade de Piracicaba-SP. Além disso, a prefeitura postou uma nota de pesar e de homenagem à ex-vereadora. Diversas pessoas também postaram condolências e manifestaram indignação com a brutalidade do crime, exigindo justiça por Madalena. Em função disso, a notícia do assassinato foi para os assuntos mais comentados do Twitter no dia 07/04.

#Pracegover A imagem mostra uma foto de Madalena Leite na época em que era vereadora. .


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo